O que é Aurora Boreal

26 fevereiro 2016

Por: Marco Brotto

Já sabemos que ela é um fenômeno lindo, mas é importante entender exatamente o que é a Aurora Boreal, para não ser enganado ou facilmente persuadido. Como existem muitas nomenclaturas complicadas, as pessoas confundem as coisas, e é dolorido ver as explicações ruins sobre Aurora que existem por aí.

Então, vamos ver se você entende bem o significado científico da Aurora Boreal, como ela acontece e por quê acontece? Depois você me conta se conseguiu entender bem, pode ser? Você pode entrar em contato conosco. Tentarei, com minhas palavras, definir a Aurora Boreal de uma maneira que todos possam compreender.

A Aurora Boreal acontece quando o plasma resultante das atividades solares entra em contato com elementos da atmosfera terrestre.
O Sol envia esta energia para a Terra.

Como acontece a Aurora Boreal

O Sol, em toda sua magnitude, envia materiais para a Terra por meio dos ventos solares. Isso é contínuo, ou seja, ele não para de enviar partículas detentoras de carga elétrica em nenhum momento. Ocorre sempre um fluxo constante, soprando entre os planetas, chamado vento solar, que contém plasma solar. O plasma é formado por prótons, elétrons e neutrinos. É energia pura!

Já os ventos e tempestades que potencializam a Aurora Boreal são frutos de violentas explosões, rompimento de filamentos ou de movimentações da coroa solar devido à rotação do Sol. Esses fenômenos lançam quantidades mais intensas de partículas em nossa direção: são as famosas tempestades solares.

O plasma solar viaja a centenas de km por segundo pelo sistema solar.

Por todas as direções.

Quando o plasma e os ventos solares chegam à Terra, ela se protege.

Quando o plasma e os ventos solares chegam à Terra, ela se protege!

Na Terra, este nosso pequeno mundinho azul, existe a “magnetosfera”. Ela é um campo magnético que protege nosso planeta da agressividade dos ventos solares. Aliás, acho interessante pensar que, caso o campo magnético da Terra não existisse, não teríamos sequer vida por aqui.

Por isso, quando o Sol acorda zangado, a Terra se protege com maior intensidade, deixando o campo magnético positivo. É incrível! Quando existe a inversão da polaridade é como se a Terra se abrisse e deixasse o Sol beijá-la: Auroras com diferentes formas, perspectivas e cores podem acontecer! Não se esqueça de que diversos fatores são necessários para uma luminosa e dançante Aurora.

O encontro do plasma com a nossa parede de proteção gera impacto das partículas com os átomos da atmosfera, que, por sua vez, causa reaçõe física e química. Então, este campo de proteção puxa a energia formada pelas partículas para os pólos Norte e Sul. Quando estas partículas entram na atmosfera, colidem com elementos que fazer surgim a Aurora Boreal, no Norte, e a Aurora Polar, no Sul.

Em outra oportunidade explicarei mais tecnicamente essa série de fenômenos, combinado?

Em resumo, o Sol emite partículas que “batem” no campo magnético de proteção terrestre e são puxadas para os pólos. Quando elas entram na atmosfera, colidem com elementos que fazem acontecer as Auroras Boreais no Pólo Norte.

Em resumo, o Sol emite partículas que ‘batem’ no campo magnético de proteção terrestre e são puxadas para os pólos. Quando elas entram na atmosfera, elas colidem com elementos que fazem acontecer as Auroras Boreais no Pólo Norte.

Quer que desenhe?

o-que-e-aurora-boreal-significado-fenomeno

Veja como é a Aurora Boreal

Uma inesquecível noite na Lapônia Norueguesa! As luzes dançaram sobre nossas cabeças em lindas cores esverdeadas e rosadas.

Agora, um vídeo exclusivo da Aurora Boreal aparecendo em uma de nossas expedições.

Existem várias formações diferentes de aurora boreal, cada tipo de desenho tem o seu nome e característica.

Ainda vou explicar a vocês todas as formas de Auroras Boreais!

Mas não esqueça:

O que é Aurora Boreal?

O fenômeno causado pelo choque do plasma solar com partículas da atmosfera após o contato com o campo magnético da Terra. No hemisfério Norte, se chama Aurora Boreal, e no hemisfério Sul, Aurora Austral.