Expedição Aurora Boreal Ilhas Faroe – Abril, 2015

04 setembro 2015

ESCRITO POR: MARCO BROTTO

Ilhas Faroe, um paraíso natural e uma Aurora surpreendente.

Embora já tenha percorrido o Ártico afora caçando aurora boreal… a Groenlândia parece escorrer pelos meus dedos, mas esse ano dará certo. (“A vida é o que acontece enquanto fazemos outros planos.”)

O fato de eu ser reconhecido como caçador de aurora boreal se deve, e muito, à experiência que conquistei ao longo das dezenas de expedições, mas tem uma infinidade de pesquisa e compartilhamento de informações envolvidos.

A pesquisa compreende desde o fenômeno até troca de informações com amigos do mundo todo, incluindo contato com físicos e astrônomos – especialistas nos assuntos relevantes para que se possa caçar aurora boreal, tais como tamanho e complexidade das manchas,velocidade das CME, temperatura e inclinação de contato com o campo magnético e  etc; meu conhecimento vai até saber interpretar  e não construir um gráfico.

O compartilhamento inclui desde uma simples dúvida de vocês que me acompanham, já que posto tudo o que possa estar envolvido com as viagens programadas ou com as histórias das viagens realizadas. (… já dizia Cora Coralina: “feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.”).

Fato é que estou sempre em busca de tudo o que possa ser crucial para se caçar aurora boreal para, de algum modo, também corresponder a expectativa das pessoas que viajam comigo e aos leitores do blog.

Esqueci apenas de acertar com a Groenlândia a recompensa por toda a pesquisa e compartilhamento… e pode ser que você esteja se perguntando: a. como uma autoridade no assunto conseguiu não chegar ao destino planejado? Ou se esse texto é sobre a Groenlândia ou Ilhas Faroe.

Considerando que a primeira pergunta por si só dá margem a um post só pra ela,… que talvez ainda não a tenha respondido com convicção nem para mim mesmo…  que essa coisa de brigar com o tempo e o destino já deixei de lado (esse ano estarei na Groenlândia…) – vou responder a segunda pergunta: ambos. O texto é sobre como não ter ido para a Groenlândia pode me proporcionar ir para as Ilhas Faroe.

Em abril de 2015, dias antes do embarque que me levaria à Groenlândia, precisei alterar o destino para “não perder a viagem”.

E nada como “não perder a viagem”  aproveitando a oportunidade para caçar aurora boreal em lugares fora do eixo. Um desafio alias eu sou caçador de aurora boreal verdadeiramente. É o tipo de viagem que me conquista: sozinho, descobrindo o que é, onde é, como é, onde tem… para depois levar comigo quem estiver disposto a embarcar comigo na proxima expedição (“como uma segunda pele, um calo, uma casca, uma capsula protetora… eu quero chegar antes”). Já fiz isso em todos os países e lugares que tenho ido como coach. (…E não são poucos: Rússia,por toda Finlândia e Noruega, Suécia, Dinamarca, Islândia, Estados Unidos, Canadá e Groenlândia – ops! Groenlândia não foi dessa vez.)

Destino: Ilhas Faroe

Saí de Milano com destino a Vagar com conexão em Copenhague num voo que era o prenúncio do que ainda haveria de vir: passamos por Berger, na Noruega – local reconhecido por possuir os mais belos fiordes da Escandinávia.

Para quem ainda não conhece, o arquipélago das Ilhas Faroe é composto por 18 ilhas distribuídas entre Islândia e Escócia, com uma população de aproximadamente 40 mil habitantes de descendência Viking e Celtas , vindos da Dinamarca e Noruega ou Escócia.

Apesar de ser um local de difícil acesso, não estar no círculo polar e no qual a possibilidade de ver aurora boreal seja menor, lá estava eu: vontade e determinação em pessoa. Ah serio? Quem viajou comigo dirá que é mentira srsrsrssr.

A aterrissagem, rodeado de um Oceano Atlântico sem fim, foi de deixar qualquer viajante boquiaberto. Mesmo um habituado a viagens surpreendentes.

Political Shades Map of Faroe Islands, darken, semi-desaturated

A aventura começou nas Ilhas Faroe

Cheguei enfim no Aeroporto de Vagar, Sørvágur (FAE).

Tinha a localização do local pra pegar o carro fora do aeroporto pois combinei isso com o pessoal da locadora,sai do prédio de desembarque e andei andei atras do meu companheiro dos proximos dias, sabia a marca, cor e placa e não achava o carro.Tambem combinado era que a chave estaria no porta luvas, não estranhe estamos no primeiro mundo.Passados 30 minutos … Não achei o carro e a chuva fina me incomodava. E as malas tambem.

-Que M…. bem grande vim fazer aqui?

Esfriou, escureceu, larguei as malas no meio da rua e fui na direção de um prédio que parecia um hotel , o meu locador tinha mencionado algo sobre um hotel. BINGO, lá estava meu bólido , estacionado, chave no porta luvas e a minha alegria de ter achado.

Quando você chega em um pais habitado por 40000 pessoas , imagina que não encontrará muitas pelo caminho , vagando por ai… ACERTOU .

Como sempre faço , procuro um supermercado , estava na única estrada que vai do aeroporto para a capital. Achei e parei no supermercado e perguntei aonde era o Guesthouse( ninguem sabia , nem conheciam a rua) .

-Que M… bem grande vim fazer aqui?

Sai do mercado a procura da minha cama quente, entrei no carro e … bateria arriou. Carro automático kkkkkk

-Que M…. gigante vim fazer aqui? Quem vai me ajudar agora?

Parou um senhor, pedi ajuda , ele me disse que precisava comprar algumas coisas antes do mercado fechar e me ajudaria.

Meu amigo Faroense fez uma ligação entre as baterias dos carros , ligou pro fone do guesthouse , e com a maior simpatia e boa vontade me levou até o local, Abriu a porta e me deixou dentro do quarto , ele tambem fez o favor de me recepcionar na Guesthouse já não teria ninguém cuidando da casa, meu quarto estaria aberto. kkkk Sim estamos na Escandinávia mesmo. Povo é muito educado, prestativo e em paz.

O local é uma graça, todo arrumado e na exploração da casa descobri muitas coisas legais dos habitantes de lá. Fiquei algum tempo observando os pequenos detalhes da casa, imaginando como seria a vida do dono da casa e dezenas de situações que poderiam ter acontecido naquela casa. Quantas alegrias, dores, acontecimentos … etc etc . Eu faço muito isso , penso na rotina das pessoas que moram nos locais em que estou viajando.

Voltei ao meu quartinho, já me conectei, coloquei os equipamentos pra carregar e horas depois sai para a primeira noite de caçada. Sempre que estou em um lugar desconhecido fico meio receoso nas primeiras horas, cada lugar tem suas características de direção , horário e algumas estradas da ilha são mão dupla porem somente uma pista, isso mesmo, inclusive diversos tuneis. O momento do encontro dos veiculos nos tuneis é tenso e alguns tuneis são bem baixos e longos. MAIS ADRENALINA.

As estradas são muito bem construidas e mantidas mas a largura delas estão aquém do que estamos acostumados, lembro que a quantidade de carros que cruzei nas estradas vicinais foi perto de zero e as “grandes estradas “são muito tranquilas.

Veja que legal o video explicativo de como dirigir nas ilhas, é bem isso, engraçado…

Durante a semana que estive nas ilhas Faroe senti muita segurança e liberdade, as noites foram muito parecidas. Sempre um risquinho de aurora foi possivel e alguns momentos de atividade mais robusta. Foi uma viagem sozinha e muito produtiva.

 

Fotos que fiz nessa viagem às Ilhas Faroe

AuroraBoreal2015FaroeIsland-2-215
O pôr do Sol nas Ilhas Faroe.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-2-394
Brincando com as edições das fotos das Ilhas Faroe.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-2-441
Paisagem características das Ilhas Faroe.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-2-452
As famosas cachoeiras, cartão postal das Ilhas Faroe. Vila Gásadalur.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-2-667-3
Aguardando no carro a hora certa para o pôr do Sol nas Ilhas Faroe.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-7433-2
O primeiro risco de aurora boreal nas Ilhas Faroe. Mesmo não sendo um destino conhecido e de fácil caçada à Aurora Boreal tive a sorte de conseguir ver o fenômeno.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-7843-2
Durante 24 horas por dia as Ilhas Faroe tem paisagens deslumbrantes.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-7907
Praticamente toda a Ilha Faroe tem paisagens rústicas. A arquitetura tem uma singularidade lindíssima.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-7908
A economia da região está muito ligada à criação de ovelhas, encontramos várias casas de pastoreio pelas estradas da Ilha Faroe.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-20159251
Muitos amigos vou deixando pelo caminho nas minhas viagens. Esse casal me recebeu muito bem e explicou o extrativismo de um tipo de mexilhão que eles estavam fazendo. Bem estranho, parece um pepino.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-20159261-2
As Ilhas Faroe recebem durante os meses mais quentes migrações enormes de aves.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-20159277
Os habitantes mais importante das Ilhas Faroe: as ovelhas.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-20159350
Nas pequenas vilas das Ilhas Faroe, a igreja e o cemitério fazem parte do urbanismo.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-20159500
Mesmo sendo um mar bastante agitado, os habitantes das Ilhas Faroe enfrentam a Atlântico em pequenas embarcações.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-20159589
Um verdadeiro paraíso.

Sobre a matança dos golfinhos em Ilhas Faroe:

Durante o verão os habitantes da região realizam as suas provisões para passar cerca de 8 meses em que o clima na ilha não possibilita a plantação , cultivo ou outra atividade que possibilite a obtenção de alimentos pelos habitantes da ilha. Em uma cerimônia chamada  GRINDADRAP, conversei com antigos habitantes da região sobre isso. Um deles me disse, meu pai faleceu com 105 anos e o respeito que ele tinha pelos animais era algo enorme. Mas a unica maneira dele sobreviver e sustenta a família foi por intermédio da comida que ele conseguia durante o GRINDADRAP. Quem quiser saber mais sobre isso, vai um link sobre o assunto.

AuroraBoreal2015FaroeIsland-20159648
Uma pequena vila, talvez a localidade mais distante do aeroporto das Ilhas Faroe que eu fui. Ventos de mais de 100km/h são bastante comuns nessa região.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-0099
Aurora Boreal nas Ilhas Faroe.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-0129
Um lindo arco verde e tons púrpura em uma aurora boreal no norte das Ilhas Faroe.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-20159750
Selfie nas ilhas Faroe.
AuroraBoreal2015FaroeIsland-7455
A primeira noite nas Ilhas Faroe já consegui ver aurora boreal, um detalhe que achei muito legal foram as ovelhas pastando com as luzes do Norte ao fundo.
Marco Brotto
Marco Brotto
Marco Brotto tornou-se conhecido como o caçador brasileiro de Aurora Boreal. Já viu centenas de spots de Aurora Boreal em vários locais do mundo, proporciona experiências incríveis para aqueles que o acompanham e possui um espetacular acervo de fotos de auroras.

POSTS RELACIONADOS

Alaska

Aurora Boreal Novembro no Alasca, Noruega e Islândia.

As características da aurora em novembro são tão dinâmicas, cheias de detalhes e com inúmero alternativas. Leia e saiba mais!
Aurora Boreal

Expedição Aurora Boreal na Lapônia – Março, 2018

A Lapônia, na Noruega e Finlândia, é um local especial, fantástico para caçar e ver Aurora Boreal. Tem uma cultura muito rica, paisagens esplêndidas e muita história.
Aurora Boreal

Expedição Aurora Boreal na Lapônia – Novembro, 2017

Nossa chegada em Tromsø - Noruega, foi acompanhada da presença da nossa amada aurora boreal do lado de fora do avião, ela estava grande, dançante, verdinha e espetacular.
Aurora Boreal

Expedição Aurora Boreal na Rússia – Janeiro, 2018

Nesta expedição passamos por vários lugares antes de chegar em nosso destino e visualizar a querida Aurora, não foi uma viagem fácil, temperatura chegava à quase -20 ºC.