Expedição Aurora Boreal Lapônia – Fevereiro, 2015

25 Fevereiro 2015

ESCRITO POR: MARCO BROTTO

Emoção desde a primeira noite na viagem do Carnaval Boreal 2015.

Depois do sucesso da primeira expedição tive muita tranquilidade em abraçar expedições mais complexas e elaboradas. Um grupo de fotógrafos e aventureiros foi formado e partimos para a Noruega e Finlândia no Carnaval de 2015.

A amizade, o companheirismo e o respeito entre todos do grupo já iniciou antes mesmo do embarque. Faço questão antes das viagens de trocar muitas informações sobre qual é a expectativa de cada participante com relação a expedição. E durante a viagem, qual é aquela foto dos sonhos, qual é o momento mágico que essa pessoa quer  presenciar… assim por diante.

Na saída do Brasil parecia que éramos todos amigos de velha data e como fazemos grupos com uma quantidade de participantes restrito realmente nos tornamos todos amigos.

Até chegar ao Circulo Polar Ártico temos no mínimo 2 escalas, nossa escolha pela Cia Aérea é sempre muito criteriosa para que tenhamos maior conforto, franquia, bagagem completa, menos tempo de conexão e outros detalhes bastante importante numa viagem desse porte. Essa escolha já foi importante na primeira noite em Tromso, essa noite estava programada para descanso e ambientação mas como desde nossa saída do Brasil estou conectado e monitoro as atividades e gráficos para a caçada fiquei preocupado porque o tempo previa muitas nuvens durante toda a semana na região que estávamos indo. Diante dessa situação fico rabiscando nos mapas os planos B, C, D e Y. 🙂

Chegando no hotel pedi à Roberta,  responsável pela logística, para solicitar um carro para aquela noite. Uma noite extra de caçada, já que o tempo abriu um pouco, a atividade não era grande mas o gráfico mostrava uma variação positiva nos índices e meu predileto estava “me chamando” pra dançar. Ela entrou em contado com nosso parceiro local e prontamente foi resolvido, só precisaríamos aguardar um carro chegar para desmontar a rampa de bagagens da nossa van. A equipe chegou em poucos minutos e já nosso carro estava pronto.

Avisei a todos sobre mudança de planos, expliquei que não estava na programação sairmos naquela noite mas não poderia arriscar o tempo fechar completamente nos próximos dias, preocupado com o que vi do avião. Nossos caçadores mesmo cansados adoraram a novidade, rapidamente ficaram todos prontos e saímos em direção a Fimmark. Meu objetivo era fugir das nuvens que vinham do oceano e aproveitar uma faixa de céu aberto já que outra formação de nuvens vinha da Lapônia Finlandesa. Resumindo, algumas horas para sair de Oeste para Leste e chegar no fjords da região de Lyngen antes que as nuvens se encontrassem. Marquei 2 pontos para parar e aguardar a atividade e a partir disso era pedir para que a dama estivesse com tanta saudade de mim, como eu dela.

Satellite 3D Map of the Area around 69° 20' 26" N, 19° 37' 30" E
Estrada E8, direção Nordkjosboth na bifurcação em direção a Alta. 100km, 2 horas e segurando a ansiedade dos novos caçadores. 69° 20′ 26″ N, 19° 37′ 30″ E

Enquanto conversava com nosso motorista (no meu absolutamente imperfeito Norueguês.. 😛 ), ele me alertou sobre algumas manchas nas nuvens e chegamos a conclusão que era a Aurora. Parar ali e mostrar aquela mancha e tirar uma fotinho não era meu objetivo, tem que ter emoção, tem que arrepiar, tem que ter choro e vamos mais para frente, não temos tempo a perder. Arriscamos …

Avisei os caçadores que ela estava ali sobre as nuvens e quem estava do lado esquerdo do veiculo conseguia ver as manchas sobre as nuvens.

Não sossegaram enquanto não paramos, pareciam crianças chegando na Disney 🙂

Depois de alguns minutos achamos o primeiro lugar seguro para sentir a emoção das luzes e saímos em disparada correndo pela neve. Observei antes algumas regras de segurança da minha cartilha e começou a alegria.

Primeira foto de Aurora Boreal do fotografo Carlos Simão , a emoção estava apenas começando.
Primeira foto de Aurora Boreal do fotografo Carlos Simão , a emoção estava apenas começando.

Gosto de lembrar que saio do Brasil com o objetivo de passar e absorver toda a emoção e conhecimento possível, meu objetivo não é ir até perto do Polo Norte e tirar uma foto pra postar nas redes sociais; vou pra trazer de volta todos os integrantes com olhos marejados e cabelos arrepiados, além da lembrança na memória do mais lindo espetáculo que podemos presenciar. Voltam com sorriso, realizados e a promessa de voltar a ver a Dama mais vezes.

Conseguimos algumas fotos, os caçadores sorrindo, a primeira emoção aflorada, eu começando a me realizar pela conquista e pela escolha certa. Foi muito importante para que pudessem confiar em mim e nas minhas decisões. Ser coach tem uma responsabilidade enorme. O pessoal já estava completamente solto, as novas amizades se tornando sólidas e menos de 4 horas em solo Norueguês e já tínhamos visto a Aurora de maneira aceitável… A caçada continuou, como estávamos tendo influencia da poluição luminosa fomos até o vale para sair dessa poluição .

Bingo, mais uma vez escolha certa. Preocupado porque as previsões do dia seguinte eram piores para toda faixa dos Alpes até o Atlântico, eu já sabia o que fazer mas isso atrapalharia todo o esquema e traria muito mais trabalho. Quando estava no avião chegando a Tromso vi que as nuvens estavam muito pesadas em toda região. Sabem o que queria fazer no dia seguinte? Vocês só saberão no próximo post. 🙂

Northern Lights e os turistas aventureiros Brasileiros
Northern Lights tímida e os turistas aventureiros Brasileiros

Trocamos de local duas ou três vezes, subimos até o mirante para que eu pudesse ter uma visão panorâmica e decidir os próximos passos dessa primeira noite dos brasileiros caçadores de Aurora boreal.

Ainda meio atordoados os fotógrafos se batiam um pouco com as primeiras fotos, mas a capacidade de todos eles e o talento deixou nossas dicas para fotografar a Aurora muito mais fáceis deles absorverem.

Aprendi muito com esse grupo de fotógrafos, todos foram sensacionais.

Aguardando a Dama da Noite chegar, Aurroa boreal tambem é conhecida como Luzes do Norte ou Rainha do Norte.
Aguardando a Dama da Noite chegar, Aurora boreal também é conhecida como Luzes do Norte ou Rainha do Norte. Observe no horizonte ela chegando.

O tempo foi passando, enquanto o cansaço pela viagem não se sobressaiu a adrenalina continuamos aguardando. Avisei sobre a necessidade de voltarmos a cidade e prometi que assim que possível faríamos uma nova parada; como se fosse um esforço para mim. Sério, por mim eu passo a noite toda em campo olhando esse espetáculo incrível, ainda mais contando com a segurança de ter um motorista Norueguês, local, credenciado e toda a estrutura dos nossos parceiros. É primordial essa segurança e tranquilidade.

Sim, auroras boreais chegando. Viagem incrivel
Sim, auroras boreais chegando. Visível apesar das nuvens. Viagem incrível.

Retornando para nosso hotel em Tromso paramos mais uma vez, nesse local vimos uma Aurora Boreal incrível, já de madrugada. Nunca esqueçam, a melhor hora de ver a Aurora é a hora que ela aparecer. Nunca terei preguiça de passar horas vendo as luzes; atravesso o oceano para ver as luzes e faço com todo amor , dedicação, carinho e respeito as pessoas que confiam em mim. Elas colocaram nas minhas mãos a realização de um sonho, nunca deixei ninguém sem esse sonho e sei que um dia pode acontecer. Oh medo danado..  🙁

Andrea Monacci , mostrando seu talento já na priemira noite de caçada a Aurora Boreal. Madrugada deliciosa nos fjords da Noruega.
Andrea Monacci , mostrando seu talento já na primeira noite de caçada a Aurora Boreal. Madrugada deliciosa nos fjords da Noruega.
"Não consigo parar de rever essas fotos da Aurora Boreal, fico me lembrando o quanto ela dançou para nós, e tudo que me vem a cabeça me faz querer voltar para uma nova caçada!!"Lilian
“Não consigo parar de rever essas minhas fotos da Aurora Boreal, fico me lembrando o quanto ela dançou para nós, e tudo que me vem a cabeça me faz querer voltar para uma nova caçada!!” Lilian Jeremias.
10845727_10203324966755834_8270572094919061411_o
A fotógrafa Cinthia Paranhos realizou o sonho de fotografar uma aurora boreal.

Foto super exposta da Aurora Boreal na Laponia Norueguesa.

Foto super exposta da Aurora Boreal na Lapônia Norueguesa. Quando as nuvens atrapalham chamo de aurora suja.

Última foto da primeira noite de caçada, viagem iniciou com uma noite especial e inesperada.

Depois de milhas viajando, horas de expectativa, mudança de planos, enfrentando o frio do ártico já na primeira noite depois de escolhas certas consegui levar esse maravilhoso grupo a realizar o sonho de ver as luzes do norte.

Todos, apesar do cansaço, sorriam feito crianças, o retorno foi marcado pela felicidade de cada um mostrando suas obras de arte nas câmeras fotográficas, mesmo sentado lá na frente conseguia sentir a alegria deles. O frio não importava porque a energia que estava naquele momento dentro do carro aqueceria o corpo e o coração de qualquer pessoa.

A alegria deles todos só foi superada pelo que eu estava sentindo, mais uma vez realizado e feliz.

Mas a caçada só estava começando… A verdadeira expedição da Aurora Boreal, viagem de conhecimento.

Uma das paradas para observar a Aurora Boreal
Uma das paradas para observar a Aurora Boreal.

Chegando no hotel “mandei” as crianças para a cama, adrenalina a 1000 e a vontade de acordar cedo, tomar um delicioso café da manhã e resolver nossa próxima caçada.

Mais uma vez fui abençoado em ver as luzes e ajudar as pessoas a realizar seu sonho.

Boa noite e bons sonhos … até amanhã grandes caçadores!

Marco Brotto
Marco Brotto

Marco Brotto tornou-se conhecido como o caçador brasileiro de Aurora Boreal. Já viu centenas de spots de Aurora Boreal em vários locais do mundo, proporciona experiências incríveis para aqueles que o acompanham e possui um espetacular acervo de fotos de auroras.

POSTS RELACIONADOS

Alaska

Expedição Aurora Boreal no Alaska – 7 de Setembro, 2017

O relato da expedição para caçar a Aurora Boreal no Alaska no feriado de setembro, ao lado do caçador de Auroras Boreais, Marco Brotto. Foi surreal! Foi mágico!
Aurora Boreal

Quer ver Aurora Boreal? Marco Brotto dá dicas de época, lugares e mais sobre a viagem.

Para ver a Aurora Boreal dançando no céu é preciso muito mais que sorte! Para garantir a experiência, é necessário estar com quem sabe como caçar as luzes, sempre com segurança e conforto.
Alaska

Expedição Aurora Boreal no Alaska – Carnaval, 2017

Esta expedição para caçar Aurora Boreal foi diferente, por vários motivos! Minha primeira viagem com Marco Brotto ao Alaska para ver Aurora Boreal foi fascinante e inesquecível.
Aurora Boreal

Aurora Boreal no Bom dia Brasil com Marco Brotto

Marco Brotto caça Aurora Boreal junto com Bom dia Brasil Em março de 2017 fomos a Noruega gravar a matéria, para a rede Globo. A equipe de reportagem do Bom dia Brasil fez uma linda matéria sobre