A Caça à Aurora Boreal no Alasca mais difícil até hoje – Setembro, 2016

ESCRITO POR: MARCO BROTTO

Essa expedição foi sem dúvida espetacular. Mas também foi a mais complicada até hoje para caçar Aurora Boreal no Alasca.

A Dama da Noite fez questão de provar a nossa resistência e paciência nessa última viagem. Começamos indo “descansar” dos trechos aéreos em um pequeno cruzeiro na cidade de Seward. Lá, tivemos a sorte de pegar um tempo maravilhoso com céu limpo e foi possível avistar e fotografar alguns animais. Veja!

viagem-ao-alasca-turismo

Depois, mesmo não estando no roteiro inicial, nós entramos para o Glacial e foi uma bela caminhada em meio à floresta boreal, com vista magnífica do glacial e também de uma caverna de gelo. Sensacional!

viagem-para-o-alasca

viagem-alasca-aurora

viagem-aslaca-turismo-preco

viagem-alasca-turismo-aurora

No retorno à Anchorage, jantamos em uma original parada do Alasca, que aliás, gosto muito! Todos que eu levo até lá adoram. Nessa noite tivemos música ao vivo e quando entramos tomei uma “bronca” do proprietário já que não tínhamos reservado lugar. Tomamos conta do local, dançamos, bebemos (minhas últimas coca-colas zero, explicarei abaixo rsrs), jantamos e a diversão foi completa com o som de uma banda local de música folk.

alasca-aurora-boreal

viajar-para-o-alasca

Na manhã seguinte, antes de partir para o Norte, estivemos em dois locais e vimos um pouco da vida selvagem do Alasca. É uma oportunidade de contar aos nossos companheiros fatos curiosos como o do chifre do Alce, que cresce e cai todos os anos ou as diferenças entre as raças de ursos.

turismo-no-alasca-alaska

viagem-alaska-alasca-turismo-aurora

urso-polar-alaska-turismo-aurora

Nos dias anteriores a nossa chegada, ocorreu uma grande atividade de aurora boreal no Alasca e em todo o Círculo Polar. Foi possível ver as luzes até em Michigan, no Centro Norte Americano.

Chegou a nossa hora de subir em direção ao Norte e começar de verdade a caçar a aurora boreal no Alasca, porém a atividade veio a Kp 0 e o céu totalmente nublado, sem contar que estava chovendo. Por isso, em Talkeetna nos restou “somente” conhecer a pequena cidade e seu charme de velho oeste. Comemos king crab e dançamos em um salloon centenário.

Numa esticada noturna de 250km pudemos sentir a emoção de caçar e fotografar a aurora boreal!

Saímos da pequena cidade  de Talkeetna e fomos até o ponto sul do Denali, tentando acertar um buraco nas nuvens, mas que duraria poucos minutos. O tiro foi SNIPER!  O tempo abriu e vimos muitas estrelas. A gritaria foi geral quando pudemos ver um rastro verde no céu. Conseguimos ver um pouco da Aurora Boreal no céu do Alasca!

No retorno ao hotel, muitos me disseram “existe mesmo”, “eu já vi” e “que emoção”! Mesmo com essa empolgação, o que vimos estava muito longe daquilo que esperava dessa expedição. E eu esperava mais, mesmo sabendo das atividades mínimas e do céu nublado.

aurora boreal alasca

viagem-alaska-turismo-talkeetna

Depois de duas noites no velho oeste, partimos de trem para dentro da vida selvagem do Alasca.

Estivemos em um Lodge localizado praticamente dentro do parque, em cabines rústicas, contamos com uma vista incrível do Alaska Range e estivemos também com os campeoníssimos cães do meu amigo John.

Na primeira noite na região, modificamos o roteiro para dar um bote sobre a Dama da Noite mais ao Norte. Então saímos para jantar em uma hospedaria e restaurante que considero ter a melhor carne do Alasca! Comi um suculento t-bone e a máquina Jukebox foi bastante usada pelos caçadores entusiasmados com a experiência daquele lugar.

Saindo do jantar o bote foi fantástico!

Poucos km ao Norte, avistei as luzes no centro da estrada! Ao lado das nossas vans, também já podíamos ver as luzes saindo de um lado para o outro! Passamos o Nenana River e paramos num local que eu já conhecia e sabia da segurança.

Definitivamente foi uma explosão de luzes e sorrisos!

A Aurora Boreal dançou sobre as montanhas e foram vários momentos de extrema alegria e emoção. Além é claro, de render lindíssimas fotos dos nossos caçadores.

aurora boreal

aurora boreal no alasca

viagem aurora boreal no alaska

O destino do próximo dia foi o fantástico Denali e a situação estava dificílima para ver a Aurora Boreal.

Vida selvagem, paisagens, riachos, árvores de outono e ar puríssimo. No retorno ao hotel, mais um jantar ótimo. Nessa noite decidi cancelar a saída para caçada e deixei os nossos guerreiros descansarem. Mas consegui algumas fotos no meio da madrugada, afinal o caçador não dorme…rsrsrrs.

Enfim chegou o dia de voar sobre o Parque Nacional. Este é um passeio que já fiz diversas vezes e sempre me emociono com a magnitude, a imponência e a beleza das geleiras e do Monte Denali. Já a noite foi de descanso, pois na manhã seguinte Fairbanks nos aguardava.

Em todas as minhas expedicões, não teve nenhuma noite que tenha saído para caçar auroras e não tenha -nem que fosse por um instante- visto ao menos uma pequena atividade dela.

Mas os índices de atividade no mínimo, o céu nublado e as temperaturas propícias a FOG, foram responsáveis por estas 2 primeiras noites em que voltei a base sem ver a Aurora Boreal nesta viagem. Um dia isso tinha que acontecer mesmo, mas ficaram vários ensinamentos.

Prevendo essa dificuldade, na primeira noite que saímos, ainda em Talkeetna fiz uma promessa para a Aurora: ficar um mês sem tomar coca zero… e olha que quem já viajou comigo sabe o que isso significa. 🙂

aurorea boreal super

Na última noite, estávamos com tudo pronto para a despedida. Preparamos um churrasco com meus 2 escudeiros, amigos e anjos da guarda: Elliot (o gigante do Alaska) e Craig (o cara mais falante do Alasca).

E para finalizar, enfim a cereja do bolo!

Teríamos uma noite limpa até 4 horas da manhã e uma atividade estava aumentando por volta das 2h. Quando chegou o horário, a aurora veio! Começou tímida e de repente havia uma faixa linda de Aurora Boreal sobre nossas cabeças! O reflexo dela no lago foi o início do frenesi, e agora sim eu estava tranquilo e satisfeito com a expedição. Foi uma difícil e cansativa caçada, mas o depoimento dos participantes foi simplesmente E M O C I O N A N T E.

Durante nosso voo de retorno para Seattle, ela veio voar conosco e quem se manteve acordado pôde vê-la do avião também.

Voltei para casa realizado! Principalmente pela alegria e pela amizade que esse grupo manteve durante toda a viagem. Espero que fique para sempre.

Minha gratidão a todos.

aurora boreal alaska acampamento

aurora boreal onde ver alaska

viagem aurora boreal alaska marco brotto

c0027t01

aurora boreal alasca alaska ver

turismo alasca alaska viagem

expediçao aurora boreal alaska

aurora boreal onde acontece alaska

como se forma a aurora boral alaska

onde acontece aurora boreal alasca

aurora boreal ceu alaska alasca

Marco Brotto
Marco Brotto
Marco Brotto tornou-se conhecido como o caçador brasileiro de Aurora Boreal. Já viu centenas de spots de Aurora Boreal em vários locais do mundo, proporciona experiências incríveis para aqueles que o acompanham e possui um espetacular acervo de fotos de auroras.

POSTS RELACIONADOS

Aurora Boreal

Aurora Boreal no Bom dia Brasil com Marco Brotto

Marco Brotto caça Aurora Boreal junto com Bom dia Brasil Em março de 2017 fomos a Noruega gravar a matéria, para a rede Globo. A equipe de reportagem do Bom dia Brasil fez uma linda matéria sobre
Aurora Boreal

Aurora Boreal no Natal e Ano Novo na Noruega – Fim de Ano, 2016

A Aurora Boreal na Noruega é um fenômeno rico, impressionante, que traz uma energia para a alma, uma luz, uma alegria, um êxtase.
Aurora Boreal

Aurora Boreal na Lapônia | O momento de se curvar às forças da natureza

Essa caçada à Aurora Boreal na Lapônia foi movida por decisões certas. A Expedição de Marco Brotto na da Lapônia rendeu ótimas Auroras Boreais!
Aurora Boreal

Aurora Boreal Vídeos | 10 vídeos incríveis das Luzes do Norte

Separamos vídeos de Aurora Boreal incríveis, imagens reais da Aurora Boreal ao vivo no céu dos países do Círculo polar Ártico, feitas pelo caçador de Aurora Boreal, Marco Brotto.