Expedição Aurora Boreal Noruega Finlândia e Suécia – 2013, Parte 2

ESCRITO POR: MARCO BROTTO

Aurora Boreal: Sétima Expedição – Viagem para Noruega, Finlândia e Suécia.

Parte 2

Foi uma viagem incrível sair de Oslo e chegar até o Birtavare. O camping é muito legal, as cabanas são limpas e existe toda a estrutura necessária para se hospedar de maneira confortável. Banheiros compartilhados limpos e o sensacional chuveiro com moedas, 5 minutos de banho é mais que suficiente quando você tem apenas uma moeda. 🙂

Cabanas no camping de Birtavare , Noruega
Cabanas no camping de Birtavare, Noruega.

Essa região não é a minha preferida pra ter como base, se tivermos que “fugir” desse local só temos uma estrada como opção, mas como estávamos em setembro não tem tanto problema.

Estradas Noruega
As curvas da E6 Noruega, uma das estradas mais lindas do mundo.

Devido a pequena densidade demográfica de toda a Península Escandinava  é normal passarem km e km sem nenhuma estrutura de banheiros , postos e hospedagens; e quanto mais ao Norte mais difícil.

Como previsto a próxima noite seria horrível, tempo fechado, chuva e atividade mínima. Recebi uma mensagem solicitando ajuda para um grupo que vinha do Brasil e que haviam se separado da outra parte do grupo. Mesmo não sendo nosso plano e estando 120 km de Tromso fui com Arthur recepcionar um casal e 2 amigas que chegaram desamparados a cidade. Conversamos sobre as chances de Aurora naquela noite e que, por motivos de segurança e da legislação Norueguesa, não poderíamos sair todos juntos para caçar em um carro só. Como estavam cansados resolveram descansar e retornei com Arthur até nossa base. Com muitas nuvens e sem atividade nem nos preocupamos em caçar aurora mas quando estávamos chegando perto da bifurcação para Finlândia dei uma olhada nos gráficos e o Bz (um dos importantes dados para termos aurora) ficou interessante, então decidimos entrar na Finlândia. Não foi nada de espetacular, as luzes estavam interessantes mas apenas nas fotografias podemos ver. Mas valeu e conseguimos brincar um pouco escrevendo nomes com as lanternas.

Aurora boreal com nuvens pesadas na Finlândia.
Aurora boreal com nuvens pesadas na Finlândia.
Brincando de escrever nomes no escuro, Theo o filho do Arthur foi o mais homenageado.
Brincando de escrever nomes no escuro. Theo, o filho do Arthur, foi o mais homenageado.

Nos próximos dias nossa rotina foi ,durante o dia percorrer toda a região, fotografar o cotidiano e as paisagens dos Noruegueses. Eu acredito que viajar também é conhecer o dia a dia da população, suas rotinas e suas tradições.

Vimos pescadores, crianças brincando, senhoras cozinhando e foi incrível saber que o tempo que reservei para estudar a Aurora Boreal valeu a pena, com isso pude passar meu conhecimento sobre Auroras para o Arthur e outros amigos que conhecemos.

auroraboreal.blog-4153

Percorremos centenas de Km todos os dias, em um deles fomos a Reikvik para ver o famoso por do sol no pequeno povoado. Segue algumas fotos dos dias que passamos na Noruega.

Jovens passeando no pequeno barco nas frias aguas dos fjords.
Jovens passeando no pequeno barco nas frias aguas dos fjords.
As flores de setembro na Escandinávia.
As flores de setembro na Escandinávia.
Na peixaria de Tromso comprando os ingredientes para o nosso tradicional churrasco de salmão.
Na peixaria de Tromso comprando os ingredientes para o nosso tradicional churrasco de salmão.
aurora_boreal.blog-1745
A catedral de Tromsø (Tromsø Domkirke) sendo reformada em 2013.

A arquitetura neoclássica da Tromso Domkirke representa bem a habilidade dos povos escandinavos com a arte na madeira. Essa catedral protestante é a única totalmente feita em madeira na Noruega e foi finalizada em 1861.

Além da igreja protestante em Tromso temos a Catedral do Ártico que fica do outro lado da ponte, no continente, e a arquitetura moderna surpreende tanto por fora quanto por dentro.

Catedral do Ártico em Tromso.
Catedral do Ártico em Tromso.

Nas noites ainda conseguimos várias Auroras, inclusive filmamos a aurora boreal em Grotfjord. Queríamos continuar mais alguns dias na Noruega mas o retorno era longo até Oslo e iríamos usar a estrada por dentro da Suécia para retorno.

Na rota para Oslo tinha Abisko, um lugar especial para ver a Aurora Boreal na Suécia. O Parque Nacional de Abisko tem um micro clima muito interessante para visualizar as luzes, é imprescindível que qualquer caçador de Aurora Boreal a conheça.

Passamos por Abisko, conseguimos algumas fotos legais na linha ferrea que liga o sul da Suécia com a Lapônia.

Linha Ferrea que liga Lulea a Abisko.
Linha Ferrea que liga Lulea a Abisko.

Nosso ultimo dia de viagem foi puxado, chegar a Oslo no horário correto, devolver o carro e se preparar para retornar ao Brasil. Durante a noite muita chuva e cuidado redobrado, qualquer imprevisto bastava para perder o voo.

Uma viagem maravilhosa e meu agradecimento ao Arthur pela companhia sensacional.

Marco Brotto
Marco Brotto
Marco Brotto tornou-se conhecido como o caçador brasileiro de Aurora Boreal. Já viu centenas de spots de Aurora Boreal em vários locais do mundo, proporciona experiências incríveis para aqueles que o acompanham e possui um espetacular acervo de fotos de auroras.

POSTS RELACIONADOS

Aurora Boreal

Aurora Boreal no Bom dia Brasil com Marco Brotto

Marco Brotto caça Aurora Boreal junto com Bom dia Brasil Em março de 2017 fomos a Noruega gravar a matéria, para a rede Globo. A equipe de reportagem do Bom dia Brasil fez uma linda matéria sobre
Aurora Boreal

Aurora Boreal no Natal e Ano Novo na Noruega – Fim de Ano, 2016

A Aurora Boreal na Noruega é um fenômeno rico, impressionante, que traz uma energia para a alma, uma luz, uma alegria, um êxtase.
Aurora Boreal

Aurora Boreal na Lapônia | O momento de se curvar às forças da natureza

Essa caçada à Aurora Boreal na Lapônia foi movida por decisões certas. A Expedição de Marco Brotto na da Lapônia rendeu ótimas Auroras Boreais!
Aurora Boreal

Sim, Aurora Boreal na Groenlândia!

Sentir essa emoção precisa ser completa! Precisamos sentir o poder do frio, a beleza das luzes, olhar a dança da aurora boreal na Groenlândia e entender como o Ártico é tão fabuloso.
  • Mayki Santiago

    Estou partindo esse mês para minha primeira aventura fotografica na américa do sul, pra descansar da minha graduação em música pela USP de ribeirão preto. Espero um dia poder fotografar as maravilhas do artico, ouvir o “som” de uma aurora.

    • Marco Brotto

      Oi Mayki boa sorte na sua jornada, nunca ouvi os sons das auroras e penso que é fruto da imaginação das pessoas. O som teria que ser muito forte para viajar os 150km e ainda ser forte o suficiente. Não temos relatos que possam comprovar isso.Em aparelhos podem ser medidos. Valeu … BOA SORTE e MANDA FOTOS PRA NÓS !!!! UHUUU

  • Caroline

    Olá,

    Gostaria de saber como faço para particicipar de alguma expedição.. =)

    Grata.