Expedição Aurora Boreal Alaska – 2013

ESCRITO POR: MARCO BROTTO

Ver uma belíssima Aurora Boreal no Alasca era um sonho que tinha sido prorrogado, então chegou a hora novamente.

alasca viajando

Poucos dias depois de retornar da viagem com o Arthur para Escandinávia, decidi ver Aurora Boreal no Alasca.

Muitas pessoas imaginam que a temperatura no Alasca é muito mais fria que na Europa, engano. Nos meses de setembro e outubro tem sido mais quente no Alasca do que na Noruega, depois sim, no inverno o Alasca tem mínimas mais congelantes.

Desenhei a viagem e como só iríamos nós dois fiquei muito tranquilo com relação a hospedagem, só me preocupando mesmo com logística de combustível e comida.

Chegada e saída de Anchorage, passando pelo Denali já fechado em razão do inverno, depois Fairbanks, Chena Hot, Delta Junction e Anchorage.

Uma das preocupações que eu tenho é sempre estar em acordo com a legislação local em tudo. Carros com seguro, carteira de motorista apropriada, normas de direção na neve e mais uma serie de medidas de segurança que os países do Ártico exigem.  Em razão disso, boa parte das estradas do Alasca eu não poderia trafegar por que os seguros não cobrem e qualquer evento anormal teria grandes consequências. Você verá muitas estradas com placas dizendo que a partir daquele ponto não existe manutenção do Governo e portanto é de seu risco entrar nelas, em outras estará que é proibido para carros sem 4×4 ou até proibição total.alasca de carro , voce encontrará estradas fechadas.

Iniciamos a viagem, uma semana no Alasca. Chegamos em Anchorage no final do dia e já partimos para Talkeetna. Pensem, consegui alugar um carro por 12 US$ ao dia, o seguro saiu mais caro que o aluguel. A estrada estava muito escorregadia e chegamos ao destino no meio da madrugada, acompanhados pela nossa querida Aurora Boreal que, a partir de uma 40 milhas ao Norte de Anchorage, já podia ser vista, muito no horizonte mas estava presente.

Tinha o objetivo de ver Aurora Boreal e também conhecer bem a região pois já tinha vontade também de ir para o Alasca levar outros sonhadores em sentir as “Luzes do Norte”.

Descansamos da longa viagem em um paraíso chamado Talkeetna, o lugar que reservei para a primeira noite, é lindo. Chalés rústicos na frente do rio e com vistas ao Monte McKinley, o maior da América do Norte.

Ainda terei um chalé como esse no Ártico, meu objetivo de vida, de preferência com uma vida selvagem abundante no quintal.

.alaska13-74

A famosa placa do RoadHouse
A famosa placa do RoadHouse

De manha um café no RoadHouse, já tinha visto essa estalagem no Man x Food e fiquei louco pra provar a comida deles. Fizemos a refeição e partimos em direção ao Norte. Objetivo: em 2 dias Fairbanks. Na estrada, aqueles lugares deliciosos que parecem realmente saídos dos filmes e das séries de reality show.

Os dias já estavam bem mais curtos, isso aumenta as chances teoricamente de ver aurora boreal mas também aumenta o frio e restringe algumas estradas.As estradas do Denali, ficam fechadas a partir de setembro então somente até as primeiras milhas pudemos entrar. Passamos bastante tempo dentro do parque e decidimos dormir próximo a entrada do Denali.

O Denali faz parte do NPS , National Park Service , tem boa parte do ano fechado ou restrito a determinados pontos para garantir a segurança dos visitantes e dos animais. Healy, uma simpatica cidade perto da entrada Norte era unica localidade que tinha hotel e lá fomos com -20C prontos para mais um hotel SURPRESA.

Os hotéis nessa região são caros comparando a qualidade e serviço com outras regiões americanas, estamos no meio do Alaska. Fizemos o check-in e me preparei para caçada. Enquanto estava claro percebi alguns lugares que poderia parar a noite e marquei eles.

Tudo pronto e … saindo do hotel ela já estava pronta nos esperando, deu um oizinho e fugiu.

Uma aurora muito fraca estava nos espaerando quando saímos do hotel para irmos até o interior do Parque Denali
Uma aurora muito fraca estava nos esperando quando saímos do hotel para irmos até o interior do Parque Denali

As estradas de dentro do parque são bem interessantes para você estacionar com segurança caso já tenho pego o rastro da Aurora Boreal e foi para lá que fomos. Durante o percurso de Healy em direção ao Sul conseguia observar a Aurora crescendo de atividade, de vez em quando descia o vidro do carro para ter ais nitidez na observação, em uma dessas manobras senti o vidro do carro diminuir de velocidade mas não dei muita atenção.Entramos no Denali e na direção do Hines Creek, no mesmo local que durante o dia fui pesquisar como ficar lá com tranquilidade a noite.

Hines Creek
Hines Creek

Perto do Hines Creek  o frio aumentou muito em razão da proximidade da água e o vento ficou mais forte. Eu estava alucinado lá fora clicando e realizando o sonho de ver uma aurora boreal de boa atividade no Alasca.

Depois de algum tempo perto da agua e sujeito ao vento decidi entrar no carro e me esquentar um pouco, já satisfeito com as fotos naquele lugar e como estávamos um pouco distante do hotel pegamos a estrada.

A aurora boreal ficava mais intensa e conseguimos filmar ela de dentro do carro , em certo momento eu abri o vidro para ver fora, a -20C e … o vidro não subiu mais. PATAQUEOPATECO. Minha cabeça já começou a pensar nas consequências no restante da viagem , caso chovesse, o frio intenso, terei que mudar roteiro, voltar até uma cidade e trocar o carro e todas as futuras chateações . Quando olhei pro lado a Lau já estava congelada rsrssrrsrs, brincadeira, só o nariz rsrsrsrs. Dei mais agasalho pra ela e fui dirigindo de volta ao hotel grudado no vidro e no volante. O lado dela sentia mais o frio por que lá que o vento “terminava “a viagem congelante dentro do carro.

Na garagem da Alaska rail pegamos auroa boreal muito bonita.
Na garagem da Alaska rail pegamos aurora boreal muito bonita.
Os trilhos limpos aguardando o Alaska Rail.
Os trilhos limpos aguardando o Alaska Rail sob olhares da aurora.

De vez em quando eu tentava levantar o vidro, a preocupação sobre o futuro da viagem me deixava nervoso ,  o vidro começou a dar sinal de vida e entendi que o fluido do motor dele estava congelando. Quando por fim chegamos a Healy o vidro já estava “perfeitamente”fechado.

Não tivemos duvidas e continuamos a caçada, e não nos arrependemos. Fomos até a garagem da Alaska Rail e lá muitas fotos com elementos diferentes me deixou muito feliz. O frio aumentava e deixei a Lau dormindo no carro e foram no minimo umas 4 horas de muitas auroras boreais com fotos que gosto muito. Trens, trilhos, maquinas pesadas e muita realização. Foi uma noite das mais belas , aurora boreal nos envolveu mais uma vez e retornamos ao hotel já sonhando com o próximo dia.

Marco Brotto
Marco Brotto
Marco Brotto tornou-se conhecido como o caçador brasileiro de Aurora Boreal. Já viu centenas de spots de Aurora Boreal em vários locais do mundo, proporciona experiências incríveis para aqueles que o acompanham e possui um espetacular acervo de fotos de auroras.

POSTS RELACIONADOS

Aurora Boreal

Quer ver Aurora Boreal? Marco Brotto dá dicas de época, lugares e mais sobre a viagem.

Para ver a Aurora Boreal dançando no céu é preciso muito mais que sorte! Para garantir a experiência, é necessário estar com quem sabe como caçar as luzes, sempre com segurança e conforto.
Alaska

Expedição Aurora Boreal no Alaska – Carnaval, 2017

Esta expedição para caçar Aurora Boreal foi diferente, por vários motivos! Minha primeira viagem com Marco Brotto ao Alaska para ver Aurora Boreal foi fascinante e inesquecível.
Aurora Boreal

Aurora Boreal no Bom dia Brasil com Marco Brotto

Marco Brotto caça Aurora Boreal junto com Bom dia Brasil Em março de 2017 fomos a Noruega gravar a matéria, para a rede Globo. A equipe de reportagem do Bom dia Brasil fez uma linda matéria sobre
Aurora Boreal

Aurora Boreal no Natal e Ano Novo na Noruega – Fim de Ano, 2016

A Aurora Boreal na Noruega é um fenômeno rico, impressionante, que traz uma energia para a alma, uma luz, uma alegria, um êxtase.
  • Ximena Lucarelli

    Que historia espetacular!! Estou viciadas no tema! Parabens pela riqueza de detalhes e fotos maravilhosas!!! Uma pena q nao pude participar da amostra de fotos em SP.
    E que em breve poderei participar das suas expedições!!

    • Marco Brotto

      Olá Ximena, fico feliz em saber disso!! É uma pena mesmo mas muito obrigado pelo carinho!!
      Estou torcendo por isso, te espero em uma de nossas “caçadas”!!

      Abraços.

  • Rafael Ferreira

    Marco,

    Parabéns pelo site. Uma dúvida, pretendo ir em novembro (7-11), nunca dirigi na neve e a menor temperatura que peguei foi -5 (sensação -10). Vale a pena ou é melhor adiar? Tem algum passeio pago? Abs

    • Marco Brotto

      Rafael, parabens pela preocuopacao com seguranca. Olha sempre existe a primeira vez. Voce esta indo qual pais?

      • Rafael Ferreira

        Obrigado pela resposta. Falha minha, Alasca.

        • Marco Brotto

          Rafael, você pegará provavelmente nevascas. Te aconselho a ver alguma informações sobre como dirigir na neve. Tome cuidado com o Black ice e nao saia das estradas principais, vamos conversando.

  • Cassio

    Marco, fiquei fascinado pela sua aventura no Alasca. Parabens pelo site. Fiquei com muita vontade de ir, Acha que devo ir no inicio de Dezembro? Meu objetivo e ver a Aurora Boreal.

    Obrigado

    • Marco Brotto

      Cassio, o Alasca em dezembro e janeiro é coisa pra iceman. Você terá temperaturas congelantes, noite polar e muitas dificuldades. Somente se vc tem experiência e gosta muito do frio, -30. Nào esqueça de roupas especiais .. etc
      Terei um expedição em fevereiro … pra mim segurança é sempre em primeiro lugar.

      • Cassio

        Fevereiro seria o ideal, mas não terei ferias nessa época. Quanto ao frio sem problemas, mas sera que a aurora é visível em dezembro?

        • Marco Brotto

          Cassio a aurora é visível em todos os meses desde que tenha escuridão. Tem um post no blog falando somente sobre as épocas, se certifique realmente que o frio não irá te incomodar. Qualquer grau negativo e m/s de vento potencializa os danos do frio. abracos

  • Vinicius

    Marco,
    Estou indo com 4 amigos pra Anchorage dia 18/2/16. Nosso objetivo é mochilao, ou seja, gastar pouco e conhecer gente jovem e se divertir.
    Nossa ideia é subir até Fairbanks pra ver auroras por 3 dias. Li que fevereiro é um dos melhores meses, pois é seco. Será que 3 noites lá a chance de aurora é superior a 80%?
    Outra dúvida, queria saber como ir. A forma mais econômica para 4 pessoas é alugar um carro. Dá pra dirigir lá sem muita experiência? É seguro? Se algo der errado, na Estrada principal eu serei facilmente socorrido?

    Outras opções são ir de trem (caro) e voltar de avião (medio). Ou fazer ambos de avião.

    Lá em Fairbanks, devo me hospedar nas termas, em um hotel no centro e alugar carro ou procurar um lodge especializado na aurora?

    • Marco Brotto

      Oi Vinicius, Quantos dias no total? Anchorage diminua essa chance para 20%.Alaska no inverno não é coisa pra mochilão e gastar pouco. Vc enfrentara temperaturas abaixo de -20C. Trem nao tem com frequência, carro é barato porem o seguro é caro e se vc ficar na estrada passara bons bocados. Nao recomendo dirigir sem experiência em estradas congeladas. Vc terá apenas algumas horas de daylight. Com relação a chances de aurora, a região tem uma das melhores, porem voce precisa sair da cidade para a Aurora. Por ser um fenômeno da natureza previsões sao apenas previsões, o que vale mesmo é uma boa porção de sorte e ter alguém experiente pra saber encontrar as luzes com segurança, voltei hoje de Alberta Canada aonde a chance de Aurora é de 5%. Em 7 noites sai a caça em 5 e vi 4 noites.Boa sorte, segurança em primeiro lugar. Ahhh nem todas as estradas do Alaska sao mantidas limpas e muitas delas é proibido o trafego de carros alugados… por favor nao queira dar uma de esperto que nao da certo.

      • Vinicius Carneiro

        Obrigado Marco.
        Vou tomar todo o cuidado, respeitar todas as regras e estou me preparando lendo tudo o que encontro sobre o assunto.
        Nossa viagem ficou com 3 noites (22 a 25/02) em Fairbanks focados na Aurora, podendo alongar mais uma ou duas se decidirmos lá. O resto é para atividades em Anchorage.
        Alugamos um 4X4 para alinhar flexibilidade e seguranca. Também reservei um challet afastado 20 minutos a oeste do centro de Fairbanks em uma colina, mas pretendemos sair para onde for mais indicado à caça de acordo com pessoas do local. Vc tem locais favoritos lá para indicar?
        Minha grande frustracao agora é que vi o forecast para 27 dias e indica que todos os dias entre 21 e o fim do mês serao de atividade baixa com KP = 2. Até que ponto a previsao de 27 dias é confiavel? Kp2 em Fairbanks da pra ver algo interessante? Posso ter esperança?
        Só para entender, uma ultima duvida sobre a caçada, vc fica olhando as previsoes e alertas. Estando o céu limpo e vc em um local escuro, qualquer lugar a aurora é visivel? Ou pode acontecer do Chena Resort (a leste) ser melhor que o meu challet (a oeste do centro)?
        Muito obrigado!

        • Marco Brotto

          Oi Vinicius, vc estara em um lugar show, só tem que cuidar realmente com o ceu limpo. Semana passada na Noruega peguei 4 noites de Kp ZERO -1 e vimos as luzes. Fique em contato comigo que te dou as dicas . Tome cuidado com animais a noite , sempre faça barulho pq eles se afastam normalmente. Falamos via email, [email protected] abracos

  • J A Kede

    Marco
    Por favor Mande-me sua peogramacao para
    O Alaska, Por E-mail

    • Marco Brotto

      Tudo bem? recebeu meu email?

  • karla

    Parabéns pela trip e por compartilhar!!
    Vou em maio para Healy fazer a Stampede Trail do Into the Wild – A minha odisséia alaskiana =)

    Tenho uma D3700 sou amadora total… qual melhor lente p pegar a aurora? caso seja possível no começo de maio ainda…

    • Marco Brotto

      Oi Karla, vc ja pesquisou sobre essa trilha? Recomendo que vc pesquise bastante e nao recomendo que se faça essa trilha.
      Eu não acredito que vc consiga chegar em maio até o Magic Bus. Se até lá ele ainda estiver no mesmo local.
      O onibus esta depredado , o rio estará com correnteza e vc sofrerá muito com os pernilongos. Ursos saindo da hibernação e etc etc etc.
      Não é uma trilha recomendada. Em maio é muito dificil ver aurora pq ja estaremos proximos do solstico verao no HN. Eu uso canon e as lentes sao 14mm 24mm claras. Pense bem se for realmente fazer esse roteiro , pesquise para nao criar problemas desnecessários. Boa sorte.